Em contato com a natureza: conheça os animais no Parque das Cerejeiras.

A presença de animais no Parque das Cerejeiras representa uma de nossas marcas na busca de maior harmonia e integração com a natureza. Ao lado do nosso projeto de preservação e restauração ambiental e do nosso projeto arquitetônico, com obras e instalações que procuram oferecer acolhimento evocando a relação com a natureza, a chamada “biofilia”, a natureza se faz presente no Parque das Cerejeiras para abraçar e confortar o visitante.

O poder da natureza e os benefícios para superar o luto

Os efeitos no nosso corpo e mente causados pelo contato com a natureza são inegáveis. Um estudo publicado na revista Nature em 2019 revela que somente duas horas por semana de contato com a natureza podem promover um significativo aumento na sensação de bem-estar, melhorar o humor e aliviar os sintomas de depressão, ansiedade e estresse.

No entanto, o avanço das grandes cidades e a redução de áreas verdes afastou nosso cotidiano do contato com a natureza. Hoje, os habitantes das grandes cidades ao mesmo tempo carecem e valorizam muito a possibilidade de contato com a natureza.

Acreditamos que os ambientes naturais nos conectam com nossa essência. Isso porque a natureza nos conecta ao nosso ritmo natural, nos lembra de que tudo nesta vida tem seu tempo e de que o tempo é implacável e cíclico. Afinal, não podemos evitar que a chuva caia, que o dia amanheça e nem que a flor floresça. Esta reflexão nos ajuda no processo do luto e faz com que esse difícil período se torne mais saudável física e mentalmente.

Os animais deixam o ambiente mais leve e nosso corpo responde a isso.

Feche os olhos e imagine aquela famosa cena de filme em um escritório onde profissionais trabalham diariamente negociando ativos no mercado financeiro. Monitores, gráficos, telefones e números por todos os cantos. Pessoas falando alto, discutindo, argumentando… Qual sensação esta cena te proporciona? Seguramente agitação, respiração mais rápida, olhos atentos e estado de alerta.

Agora imagine as cenas que vemos pela TV de imagens sobrevoando a Mata Atlântica ou a Floresta Amazônica. Aves coloridas nos topos das árvores, barulho de cachoeira, rio e sons da natureza. Sem dúvidas, imaginar esta cena te trouxe muito mais tranquilidade do que a agitação do mercado financeiro. Isso acontece porque nosso corpo responde ao ambiente a que estamos conectados. 

O contato com os animais, a observação da fauna e da flora em um parque, praia ou montanha, equilibra nosso ritmo interno e nos ajuda a refletir, acalmar e organizar os pensamentos. É como se trouxéssemos a paz do ambiente externo para dentro de nós. 

Em momentos de angústia e tristeza extrema como o período de luto, é quase instintivo querer respirar ar puro e contemplar a natureza. Esse “diálogo” com nossas memórias e nossa existência em meio a ambientes naturais com árvores, flores e animais ajuda a elaborar o sofrimento ocasionado pelo luto.

Animais do Parque das Cerejeiras: abelhas, carpas, pavões, galinhas, aves diversas e borboletas!

No Parque das Cerejeiras é possível avistar diversas espécies de animais que ali circulam livremente, sobretudo aves nativas! Conheça um pouco mais sobre nossas iniciativas para incrementar, preservar e proteger a biodiversidade.

Estes são alguns dos moradores que encantam a todos que visitam o parque:

Meliponário Cerejeiras.

As abelhas são muito importantes para a polinização vegetal e a diversidade biológica. Elas são fundamentais para a reprodução das plantas e, consequentemente, não é exagero afirmar que graças a elas é que muitas espécies de animais permanecem vivas.

Realizar um trabalho voltado à proteção das abelhas é um desejo antigo no Cerejeiras, que começou a ser viabilizado no início de 2021 com a instalação do Meliponário Cerejeiras, com espécies de abelhas sem ferrão, nativas da Mata Atlântica. Entendemos que a abelha é um animal de grande importância para a preservação do meio ambiente e é nossa responsabilidade protegê-las e viabilizar sua propagação. Nas diversas caixas de abelhas do nosso meliponário, temos as espécies Jataí, Iraí, Mirim Guaçu, Mandaçaia, entre outras.

Borboletas no Parque.

Sempre buscamos ter canteiros floridos no Parque das Cerejeiras. Involuntariamente, acabamos atraindo muitas borboletas. A presença da borboleta chamou a nossa atenção e em 2018 começamos um projeto de enriquecimento com o plantio de diversas plantas hospedeiras que servem para abrigar os ovos e casulos das lagartas, como o maracujá e a couve, e de plantas com néctar que ajudam a fornecer alimentos para as borboletas como a lantana e o camarão amarelo. 

As borboletas, além da beleza, são insetos muito importantes para manter o equilíbrio da natureza. Assim como as abelhas, elas também têm a capacidade de agir como polinizadoras.

Pavões, galinhas d’angola e carpas

A carpa foi o primeiro animal a ser introduzido no Cerejeiras, 20 anos atrás. São cerca de 30 carpas que habitam o lago junto à Capela e a Praça das Cerejeiras. Elas chamam a atenção pelo tamanho, cor e beleza. O lago conta com 3 quedas d’água, que criam um som calmante em um espaço tranquilo e contemplativo. 

As galinhas d’angola chegaram 5 anos após as carpas. A ideia era trazer um animal que circulasse livremente no Cerejeiras. As galinhas d’angola andam em bandos e têm o seu inconfundível canto “tô-fraco”. Consumidora de insetos, gafanhotos, cigarrinhas das pastagens, lagartas, formigas, cupins e carrapatos, a galinha-d’angola também é considerada importante no controle biológico do meio ambiente. A nossa comunidade de galinhas d’angola se reproduz no próprio cemitério. Como elas vivem em média cerca de 7 anos, todas as 34 galinhas que abrigamos hoje nasceram no próprio Cerejeiras.

Os pavões foram os últimos a chegar, há cerca de 8 anos. Chegaram tímidos, mas pouco tempo depois se mostraram totalmente integrados ao ambiente. Os 5 pavões que hoje vivem no Cerejeiras não têm medo do ser humano e passeiam entre velórios, administração e capela, lado a lado aos visitantes. O pavão macho possui uma cauda extravagante que chega a atingir até dois metros de comprimento e se abre como um leque. Um espetáculo da natureza!

Aves selvagens.

Muitas aves frequentam o Cerejeiras atualmente, mas não foi sempre assim. Ao longo dos anos, os projetos de reflorestamento e de enriquecimento da mata nativa, inclusive para a criação do cinturão verde, foram elaborados para promover um ambiente propício para as diversas espécies de animais que habitam o Parque. Um habitat capaz de acolher e alimentar os animais com uma variedade de árvores frutíferas.

Conforme fomos regenerando e enriquecendo nossas matas, sempre adicionando árvores frutíferas atrativas às aves, elas passaram a adotar o Parque das Cerejeiras como seu espaço. Hoje encontramos no Cerejeiras quero-quero, joão de barro, coruja, tucano, garça, curicaca, jacu, sabiá, maritaca, entre outros. 

Por conta da proximidade com o Parque Ecológico do Guarapiranga, vizinho lindeiro ao Parque das Cerejeiras, contribuímos para a formação de um corredor natural de quase 3 milhões de metros quadrados de área de preservação, que favorece o desenvolvimento da fauna e da flora existentes da região. Somamos uma enorme área verde dentro da cidade de São Paulo, um verdadeiro oásis para a Zona Sul da cidade.

Parque das Cerejeiras: acolhimento, contemplação e contato com a natureza.

O Memorial Parque das Cerejeiras foi planejado para ser muito mais do que um cemitério. Junto com os animais que habitam o Parque das Cerejeiras, são mais de 300 mil metros quadrados, sendo 90% de áreas verdes e 50% de áreas de preservação florestal. 

Construímos ao longo das últimas décadas um espaço dedicado à harmonia, ao acolhimento, à inclusão e, sobretudo, ao respeito à natureza e ao próximo. Temos um sólido Compromisso com a Sustentabilidade e com o Meio Ambiente, pois acreditamos que preservar o meio ambiente é demonstrar respeito pelo nosso planeta e consideração pelas gerações futuras. 

Sabemos também que a preservação do meio ambiente e o enriquecimento da nossa fauna nativa possibilitam um maior conforto ao nosso visitante: um conforto que ampara os enlutados e é fundamental para que a tristeza da perda possa ser transformada em boas lembranças e vivenciada como homenagem aos que partiram.

Venha nos visitar e conhecer nosso espaço e nossas soluções.

Preencha o formulário abaixo para conhecer nossas soluções.

[]
1 Step 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right

Para conhecer nossas soluções, clique aqui.

Deixe uma resposta