Conheça o projeto Educa Cerejeiras e nosso compromisso com a Educação.

Acreditamos na adoção de causas e na propagação de valores que possam impactar positivamente nossa sociedade. Uma de nossas principais bandeiras é a Educação, pois entendemos que a Educação de qualidade é o grande propulsor do progresso econômico, da mobilidade social e da diminuição da desigualdade em nosso país. 

Como ensina Paulo Freire, educador e filósofo brasileiro, “A educação não transforma o mundo. A educação transforma as pessoas. Pessoas transformam o mundo.” (https://pt.wikipedia.org/wiki/Paulo_Freire)

Responsabilidade social

São muitos os problemas que estão presentes na Educação brasileira, especialmente no ensino público. Segundo dados do Sistema de Avaliação do Ensino Básico (Saeb) 2019 tabulados pela plataforma QEdu, dos alunos da rede pública que terminam o Ensino Médio no Brasil 95% não têm os conhecimentos adequados de matemática e 69% carecem de aprendizado adequado de leitura e interpretação de textos. Nas escolas estaduais do Estado de São Paulo esses números são de 94% e 63%, respectivamente. 

Se os estudantes são agentes transformadores da nossa sociedade, é preciso garantir acesso à uma educação de qualidade e proporcionar um contexto em que possam crescer e modificar a realidade ao seu redor. A Educação derruba os muros da desigualdade e por isso consideramos nosso dever contribuir para uma sociedade mais justa, inclusiva e igualitária.

Projeto Educa Cerejeiras

Em 2015 criamos o Projeto Educa Cerejeiras, que distribui bolsas de estudo para os 3 anos do Ensino Médio no UNASP – Colégio Adventista de São Paulo, referência de ensino na Zona Sul da cidade de São Paulo, e que tem como filosofia educacional o desenvolvimento físico, intelectual e espiritual do aluno.

Os beneficiados são alunos da rede pública da região da região do Jardim Ângela, na Zona Sul da cidade de São Paulo. Em nosso Projeto, os bolsistas são selecionados por seu desempenho acadêmico e podem participar alunos que se destacam em escolas públicas estaduais e municipais da região, como a E.E. Professor Orlando Mendes de Moraes, E.E. Professor Samuel Morse, EMEF Professor Edivaldo dos Santos Dantas e EMEF Professor Clemente Pastore.

As bolsas incluem, além do custo integral da mensalidade, despesas de transporte, alimentação e material escolar. Promovemos também um programa de mentoria, com o acompanhamento do aluno e de seus responsáveis, para assegurar o comprometimento de todos em prol do desenvolvimento do aluno.

O que nos motiva?

A antropóloga cultural estadunidense, Margaret Mead foi certeira em sua frase: “Nunca duvide que um pequeno grupo de pessoas conscientes e engajadas possa mudar o mundo. De fato, sempre foi assim que o mundo mudou.”

Apesar de sermos um pequeno grupo, com capacidade de ajudar uma quantidade pequena de jovens por ano, somos conscientes, engajados e determinados. Sabemos que nossa ambição não é pequena! Queremos fazer nossa parte para transformar sonhos em realidade e deixar um legado que sirva de inspiração e referência.

Como combustível para nossa motivação, enviamos algumas perguntas aos alunos e ex-alunos participantes do Projeto Educa Cerejeiras e as respostas são inspiradoras. Temos orgulho do que estamos fazendo e de como estamos marcando positivamente a vida desses jovens.

Emilly, 21 anos – Primeira formanda beneficiada pelo Educa Cerejeiras.

O ano de 2015 foi especial para a Emilly. Paulista e moradora de Taboão da Serra, sempre sonhou em realizar muito mais do que sua realidade prometia. Estudante de escola pública, na adolescência Emilly já identificou que as ferramentas que tinha não seriam suficientes para trilhar o tão sonhado caminho:

“Desde muito jovem desejei e busquei formas de aprender e aprimorar minhas habilidades, e sei que esse desejo veio dos meus pais.(…) Eu via que as escolas públicas onde estudei não seriam o suficiente para alcançar os sonhos que eu tinha em meu coração.”

Emilly foi atrás de oportunidades: buscou projetos sociais e participou de cursinhos preparatórios para as provas da ETEC. Após algumas reprovações Emilly confessa que chegou a pensar que seu sonho era impossível e que nunca o realizaria. 

“2015 foi o ano da grande virada para mim.(…) Como uma fagulha de esperança, o Projeto Educa Cerejeiras surgiu e depois de mais uma prova, entrevista e muitas orações, pude ver meu esforço rendendo recompensas.”

Aprovada no Projeto Educa Cerejeiras, Emilly ganhou uma bolsa de estudos para os 3 anos do Ensino Médio e fez valer todo o esforço realizado. Ela se lembra com muito carinho e gratidão a importância do Projeto em sua vida:

“O Projeto Educa Cerejeiras foi um divisor de águas na minha vida, me deu uma visão muito maior sobre mim mesma, meus sonhos e o que posso fazer para tornar cada um deles real. Consigo enxergar os efeitos desses anos como bolsista do Projeto todos os dias quando me sento para estudar. Gratidão é a palavra que me vem à mente quando penso em tudo que me foi ofertado.”

Hoje com 20 anos, casada e cursando Odontologia, ela faz planos tão grandes quanto sua capacidade e determinação para realizá-los:

“Nesse momento, o plano é me tornar uma cirurgiã-dentista e iniciar minha especialização em odontopediatria, que sem dúvidas será seguida de um mestrado e doutorado. Cursos de extensão no exterior também já fazem parte da programação.”

Além de muita capacidade e inteligência, acreditamos que muitos outros jovens possuem, dentro de si, a garra e determinação de ir atrás de seus seus sonhos e realizar cada um deles, mas a falta de oportunidade torna o caminho muito mais complicado. 

“Hoje meu sonho e minha meta é retribuir tudo que foi feito por mim, dando a alguém a oportunidade e a esperança que um dia foi dada a mim.”

Nossa realização é imensa ao perceber que o Projeto Educa Cerejeiras vai muito além da oportunidade de capacitação acadêmica, ele é o início de uma infindável rede de cooperação, esperança, consciência social e ajuda ao próximo.

Alessandro, 16 anos – Aluno do 1º ano.

Nascido na Bahia, Alessandro veio para São Paulo ainda pequeno com seus pais e seu irmão. Escrever é uma das coisas que ele mais gosta de fazer em seu tempo livre, além, é claro, de assistir tv e jogar no computador. Quando o assunto é escola, ele revela suas matérias preferidas:

“Química e Física são minhas matérias favoritas, por mais que muitas vezes eu tenha dificuldade, sempre gostei dessas matérias, até mesmo antes de tê-las na escola, porque tem a ver com meus sonhos futuros.”

O jovem de 16 anos relata como era sua escola antiga e como se sente após ser selecionado para ser bolsista no Projeto Educa Cerejeiras:

“Eu vinha do Professor Samuel Morse, era uma boa escola apesar de tudo, os professores ensinavam bem embora alguns nem tanto, mas eu gostava de lá. Minha escola nova é incrível! Maravilhosa, tem um suporte completo para o aluno, um amplo espaço para explorar, assim como ótimos professores e também uma ambientação perfeita para ensino. Além da biblioteca, claro, tudo bem preparado para o ensino.“

Quando se formar Alessandro pretende ser físico e Técnico em Radiologia, e os seus planos para a universidade parecem bem decididos:

“Pretendo estudar Física numa faculdade no exterior, então me esforço bastante para que isso seja possível um dia.”

A resposta do Alessandro sobre um valor pessoal e o que faria do mundo um lugar melhor dispensa quaisquer comentários:

“Para mim, um valor pessoal mais importante é a empatia. Com ela, adquirimos outros valores que ajudam em nossa convivência com os demais.

O mundo seria melhor se as pessoas tivessem mais dessa empatia, se colocando no lugar dos demais, tudo iria ficar mais fácil, os seres humanos iriam ficar mais unidos. As coisas em si iriam melhorar se todos colaborassem pelo bem.”

Felipe, 18 anos - Formando da turma de 2020.

“O Educa Cerejeiras contribuiu imensamente na minha vida, de forma que, sem a bolsa de estudos, eu não teria tantas experiências quanto pude ter nos últimos três anos. Tive contato com outra realidade social, outras pessoas e outra forma de troca de conhecimentos. Sem esse projeto, eu não teria conhecido pessoas que hoje pretendo levar para o resto da minha vida, nem teria adquirido tão facilmente certos tipos de conhecimento e vivências.

Hoje, pretendo cursar publicidade e propaganda, e futuramente trabalhar com algo direcionado à vida artística.”

Jimar, 17 anos - Aluno do 3º ano

“O Educa Cerejeiras me proporcionou estudar no Unasp e me permitiu seguir no curso de T.I, uma imensa honra e oportunidade de não só adquirir conhecimentos técnicos valiosos para boas oportunidades para mudar minha realidade e de minha família, como também ter o melhor ensino acadêmico, em um lugar aprazível com ambiente e costumes incríveis que jamais conheceria em outras instituições de ensino, muito mais do que eu pudesse esperar e uma das melhores coisas que me aconteceu e mudou minhas perspectivas para o futuro.”

Maria Eduarda, 16 anos - Aluna do 1º ano.

“Nasci e cresci no Vera Cruz (bairro), tanto que ainda moro aqui, junto de minhas duas irmãs, mãe e vó. No ensino fundamental estudei no Orlando Mendes de Moraes, gostava das pessoas que estudavam e trabalhavam lá, porém não do ensino aplicado. A Unasp é realmente bem diferente da escola anterior, mesmo com aulas online é perceptível o quanto o ensino é mais exigente.”

Nossa missão de transformar.

Desde 2015 já tivemos a satisfação de investir em bolsas de estudo para 22 jovens e temos certeza de que muitas outras Emillys, muitos Alessandros, Felipes, Jilmar e Marias Eduardas estão por vir para contar suas histórias de superação e sucesso! 

Muitos de nossos ex-bolsistas hoje realizam o sonho de cursar o Ensino Superior, em cursos de Odontologia, Engenharia Civil e Letras. Com o Projeto Educa Cerejeiras, temos a missão de ajudar a transformar o futuro de crianças e jovens, oferecendo oportunidade para que possam superar desafios, crescer e progredir.

Acreditamos que podemos fazer a diferença e impactar positivamente a vida de muitas famílias, pois cada conquista individual tem o potencial de criar uma grande corrente de transformação social. Se mudar o mundo é fazer dele um lugar melhor para alguém, acreditamos que estamos no caminho certo.

Faça também a sua parte e, se possível, colabore com alguma organização social, associação ou fundação que invista na Educação. Os jovens de hoje não são somente os adultos de amanhã. Eles são a nossa responsabilidade para hoje e nossa oportunidade de fazer a diferença agora!

Memorial Parque das Cerejeiras.

Preencha o formulário abaixo para conhecer nossas soluções.

[]
1 Step 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right

Deixe uma resposta